Foto: Randy De Puniet, piloto da equipe LCR Honda RC212V na MotoGP

Mundial de MotoGP tem início neste final de semana

Foto: Randy De Puniet, piloto da equipe LCR Honda RC212V na MotoGP

Foto: Randy De Puniet, piloto da equipe LCR Honda RC212V na MotoGP

Primeira etapa será disputada à noite no circuito de Losail, em Doha, Catar

O Mundial de MotoGP retorna ao Catar. O circuito de Losail, em Doha, recebe a primeira etapa da competição neste final de semana (11 e 12). Pelo segundo ano, a prova será disputa à noite. Os pilotos Honda entram com força total em busca do título desta temporada. Entre eles, Dani Pedrosa, que se sente preparado para entrar na pista após a recuperação de duas cirurgias.

O Grande Prêmio do Catar marca a estreia da equipe 2009 na temporada. Dani Pedrosa está de volta para sua quarta temporada. Este ano, o espanhol compete ao lado de Andrea Dovizioso, na equipe Repsol Honda . A pré-temporada foi difícil para o espanhol que sofreu lesões no joelho e no braço esquerdo durante os treinamentos no próprio circuito de Doha. Depois de ficar de fora dos últimos testes da pré-temporada, o piloto se sente pronto para entrar na briga.

Dovizioso terminou bem a última temporada com um pódio na Malásia e segue empolgado. Com o acidente de Pedrosa, o italiano passou a fazer a maior parte dos trabalho no desenvolvimento do motor 800cc V4, que agora conta com válvulas pneumáticas.

O restante dos pilotos Honda para a temporada 2009 misturam experiência e juventude. Após um ano longe, Toni Elias está de volta à equipe San Carlo Honda Gresini, na qual irá juntar forças a Alex de Angelis de volta para seu segundo ano no MotoGP. Apesar de alguns resultados satisfatórios no ano passado, o piloto almeja uma temporada mais consistente.

A Scot Racing Team de Yuki Takahashi já deu mostras de uma temporada bem sucedida. Em 2008, com um segundo lugar em Valência, a equipe já se saiu bem e este ano segue com muita disposição para conseguir ainda mais.

O francês Randy de Puniet está de volta para sua quarta temporada no MotoGP e segundo na equipe LCR Honda. Em seu primeiro ano com a equipe, o piloto lutou para se adaptar à moto. Ele precisa ser mais consistente para acompanhar a concorrência entre seus companheiros.

No ano passado, a etapa do Catar impôs vários desafios aos melhores pilotos do Mundo. O fato da prova ser realizada à noite precisa contar com a habilidade dos pilotos para vencer as sombras da pista a velocidades superiores a 330 km/h. O circuito de Losail passou a fazer parte do calendário do MotoG P em 2004 e conta com uma das mais modernas estruturas do Mundo. A pista tem 5,38 quilômetros e é bastante rápida, com curvas para os dois lados. Se a pista tem uma desvantagem é a areia que pode surgir no meio do trajeto.

Dani Pedrosa terminou a etapa em 2008 com o terceiro lugar. “Estou realmente feliz por estar indo para essa corrida no Catar. Não fiz a preparação ideal para essa temporada, mas a minha recuperação foi melhor do que esperava. Obviamente, não tenho conseguido fazer os treinos físicos habituais. Estou muito ansioso para voltar a correr e alcançar o melhor resultado possível.”

Andrea Dovizioso também não vê a hora de competir. “Estou realmente ansioso para o início da temporada. Eu gosto das corridas no Catar à noite. É muito especial. Tem um ambiente único e o layout da pista é diferente dos outros circuitos. A pista é muito longa e não é fácil fazer as curvas em alta velocidade. Ainda assim, tenho sempre bons resultados no Catar. Nossa moto melhorou muito. Estou confiante para minha primeira corrida da temporada e irei fazer o meu melhor.”

Randy de Puniet elogiou a pré-temporada. “Os testes têm sido muito produtivos para mim e toda a equipe. Estou ansioso para correr no Catar. Prefiro quando o clima é mais frio e não tenho problemas com as sombras na pista. Tivemos uma boa fase nos treinos em Jerez. Eu me sinto confiante para a primeira corrida da temporada”, afirmou.

Yuki Takahashi, da Scot Racing Team, fará a estreia na categoria. “Será uma grande ascensão. No entanto, encontrar o limite é sempre fascinante. Os testes da pré-temporada não foram suficientes para permitir que eu me aproximasse dos meus colegas mais experientes. Este GP será a minha oportunidade real para avaliar qual é a minha real condição. Não terei qualquer problema em correr à noite.”

Toni Elias, da San Carlo Honda Gresini, disse que ainda faltam algumas melhorias a fazer. “Estou feliz por voltar às corridas com essa equipe nova. Gostaria de estar na melhor forma para o início da temporada, mas a verdade é que temos trabalho a fazer em um curto espaço de tempo. A corrida à noite se torna mais complicada para nós, mas Losail é um dos meus circuitos favoritos. Vou com otimismo, correr duro, e vamos ver o que acontece.”

O companheiro de equipe da San Carlo Honda Gresini afirma que Losail é um dos circuito favoritos. “Eu amo o Catar, mas só espero que esteja um pouco mais quente do que quando estávamos lá para os testes. Nós não tivemos muito tempo para trabalhar na moto neste inverno. Vamos lá com algumas dúvidas quanto ao desgaste dos pneus, mesmo assim estou confiante e animado para correr novamente.”