O Honda P-nut

O Honda P-nut

O Honda P-nut

O P-nut, teoricamente, é acrônimo de personal-neo urban transport, ou novo (meio de) transporte urbano.

Mas nut, na gíria comum, significa maluco, louco por alguma coisa – e o carro-conceito da Honda espera deixar muita gente assim por este urbanino três lugares com posto de direção central e por manche, indicando duas coisas: um sistema de direção muito rápido e, melhor ainda, pedais sempre colocados na posição exata, já que não têm de disputar lugar com as caixas de rodas. Um pouco mais para trás estão dois bancos laterais para passageiros, para deixar o carro mais estreito.

O acabamento, como soi acontecer com veículos-conceito que esta semana está sendo primeiro mostrado no salão de Los Angeles e depois deve fazer o circuito dos salões de automóveis mundo afora, é de alto luxo – embora não seja esta a idéia de acabamento num eventual veículo de produção.

O trem de força é traseiro, com opção de gasolina, híbrido gasolina-elétrico ou mesmo totalmente elétrico, a baterias ou eventualmente por células de energia.


José Luiz Vieira, Diretor, engenheiro automotivo e jornalista. Foi editor do caderno de veículos do jornal O Estado de S. Paulo; dirigiu durante oito anos a revista Motor3, atuou como consultor de empresas como a Translor e Scania. É editor do site: www.techtalk.com.br e www.classiccars.com.br; diretor de redação da revista Carga & Transporte.