Limites de velocidade: onde não há placas, deve ser obedecido o limite da via

Tipo e condições da via determinam velocidade máxima

Texto de Vagner Alexandre Abreu, de Itapevi (SP)

Muito se reclama aqui no Brasil sobre os nossos limites de velocidade, mas a verdade é que os nossos 110 km/h em rodovias não sinalizadas – com algumas rodovias chegando a 120 km/h – está dentro da referência internacional. Veja a seguir algumas destas referências, mas leve em consideração que as velocidades aqui mencionadas tem com base uma pesquisa simples na Internet e que cada país tem suas próprias leis.

Limites de velocidade: onde não há placas, deve ser obedecido o limite da via

Limites de velocidade: onde não há placas, deve ser obedecido o limite da via

Como glossário rápido, considere ainda que Área Rural trata-se de uma região com baixa ou nula densidade populacional, enquanto que Área Urbana é uma região com alta ou extrema densidade populacional.

Brasil – Área Rural:

Rodovias – 110 km/h
Estradas – 70 km/h

Brasil – Área Urbana:

Vias de Trânsito Rápido (Expressas com poucas ou nenhuma ligação com outras vias – 80 km/h
Vias Arteriais (Grandes avenidas e ruas de alto movimento.) – 70 km/h
Vias Coletoras (Avenidas e ruas que ligam o bairro à grandes avenidas ou outros bairros) – 40 km/h
Vias Locais (Acessos e trevo que liga ruas de bairros a um local de menor movimento ) – 30 km/h

Nos Estados Unidos, cada estado tem seu próprio limite de velocidade estabelecido

Nos Estados Unidos, cada estado tem seu próprio limite de velocidade estabelecido

Estados Unidos

O país é uma união de estados semi-independentes, com suas legislações locais. Cada estado tem seu limite específico. Porém, muitos destes estados adotam também um limite de velocidade noturno. Para pegar uma referência, usamos aqui dois estados diferentes e a velocidade mencionada é para o período diurno:

Alemanha: sem limites, mas com a velocidade "recomendada"

Alemanha: sem limites, mas com a velocidade "recomendada"

Texas – Área Rural:

Rodovias de várias faixas (freeway) – 136 km/h (85 mph)
Rodovia de pista dupla – 120 km/h (75 mph)
Rodovia de pista simples – 120 km/h (75 mph)

Texas – Área Urbana:
Rodovias de várias faixas (freeway) – 120 km/h (75 mph)
Ruas, Avenidas e vias residenciais – 88 km/h (55 mph)

Nova York – Área Rural:

Rodovias de várias faixas (freeway) – 104 km/h (65 mph)
Rodovia de pista dupla – 88 km/h (55 mph)
Rodovia de pista simples – 88 km/h (55 mph)

Nova York – (Área Urbana)
Rodovias de várias faixas (freeway) – 88 km/h (55 mph)
Ruas, Avenidas e vias residenciais – 72 km/h (45 mph)

Canada

Rodovias de várias faixas – 110 km/h
Rodovias comuns (Área Rural) – 80 ~100 km/h
Vias urbanas – 50 km/h

Japão

Rodovias “Nacionais” – 100 km/h
Limite geral japonês – 60 km/h
Vias urbanas – 30 ~ 40 km/h

Alemanha

Rodovias (AutoBahns) – Sem limite, exceto quando definido pela sinalização: 130 km/h é o recomendado
Rodovias de pista simples – 100 km/h
Vias urbanas – 50 km/h

Portugal

Rodovias (Autoestradas) – 120 km/h
Rodovias reservadas – 100 km/h
Estradas nacionais – 90 km/h
Vias urbanas – 50 km/h

Reino Unido

Rodovias (Motorways) – 112 km/h (70 mph)
Vias Urbanas – 48 km/h (30 mph)

Emirados Árabes

Rodovias – 140 km/h (exceção para motos – 80 km/h)
Vias urbanas – 50 ~ 60 km/h

Argentina

Rodovias – 130 km/h
Vias urbanas – 40 ~60 km/h

Indicação presente nas Autobahns na Alemanha, mostrando que não há limite de velocidade

Indicação presente nas Autobahns na Alemanha, mostrando que não há limite de velocidade

Como o assunto está em discussão por aqui, o único lugar que surge a restrição a velocidade máxima para motos é nos Emirados Árabes. Há ainda alguns países que restringem o limite de velocidade das motos em rodovias de alta velocidade para 10 ou 20 km/h em média abaixo da velocidade máxima para automóveis, como Bulgária e Grécia. Há outros que restringem totalmente o acesso de motos à estas vias rápidas, incluindo China, Taiwan e Coréia do Sul. O Japão restringe o acesso de motos à rodovias de alta velocidade dependendo da cilindrada da moto.

As velocidade mencionadas são as máximas nas regiões sem sinalização específica. Claro, onde há sinalização, prevalece o que diz a placa e isso val para qualquer lugar do mundo. Cada rodovia tem seus limites próprios e sinalização indicativa. Lembre-se também que cada país tem sua maneira de punir condutores que ultrapassam os limites de velocidade. Em grande parte deles, a punição é severa e costuma funcionar bem sem qualquer “sermão” do policial. Por esta razão a grande maioria respeita o ritmo estabelecido e os governos enfatizam que os veículos são meios de transporte e não objetos de prazer e competição.

Por fim, fica a pergunta:

Será que realmente aqui no Brasil estamos tão “lentos” assim? Será que nossa regulamentação de velocidade está mal estabelecida? E quanto a limitar a circulação de motos em rodovias ou em vias específicas, será realmente o certo?