O time brasileiro que vai à Nova Zelândia para o GS Trophy Internacional

BMW escolhe time brasileiro para GS Trophy 2020

Durante a quinta edição do BMW Motorrad Days Brasil, realizada no último final de semana (14 e 15 de setembro) em Socorro (SP), foi definida a equipe brasileira que vai participar do GS Trophy International, tradicional competição promovida pela BMW com provas por equipes envolvendo as motos da sua linha GS – R 1250 GS e RF 850 GS. A equipe brasileira competirá em fevereiro de 2020 contra outras equipes de vários países e de todos os continentes na Nova Zelândia.

As provas durante a etapa final avaliaram habilidade individual com a moto, trabalho em equipe e várias outros quesitos

As provas durante a etapa final avaliaram habilidade individual com a moto, trabalho em equipe e várias outros quesitos

Os 70 concorrentes finalistas para compor a equipe brasileira participaram de vários exercícios e provas dentro da etapa classificatória final do GS Trophy e esta era, inclusive, uma das atrações do evento, que reuniu cerca de 3.700 pessoas, segundo a BMW e arrecadou 1,5 tonelada de alimentos não-perecíveis para distribur para instituições de assistência social do município de Socorro. Os 70 finalistas que concorreram nesta etapa final foram definidos nas etapas eliminatórias regionais do GS Trophy nacional.

GS Trophy: equipe brasileira

A etapa classificatória final testou não apenas habilidades dos pilotos com motocicletas da linha GS, mas também conhecimentos de navegação, orientação espacial, agilidade, destreza e aptidões para o trabalho em grupo, entre outras qualidades. Os vencedores que comporão a equipe equipe brasileira que vai à Nova Zelândia em fevereiro de 2020 são os seguintes motociclistas:

  • Pedro Augusto Marchioretto Filho, de Itapira (SP)
  • Felipe Hawerroth, de São Bonifácio (SC)
  • Claudinei Costa Silva, de Suzano (SP)
  • Cleuci Agnew Ronzella, de São Paulo (SP), na categoria Imprensa
O time brasileiro que vai à Nova Zelândia para o GS Trophy Internacional

O time brasileiro que vai à Nova Zelândia para o GS Trophy Internacional

Houve também uma prova para a categoria feminina, que definiu as duas motociclistas classificadas para tentarem uma vaga na final na Nova Zelândia. Sem deixar nada a desejar aos homens, as meninas deram um show e no final as classificadas foram:

  1. Vanessa Grillo Rezende, de Itatiba (SP)
  2. Cinthia Morales, de São Paulo (SP)
Os competidores tiveram nesta etapa as mesmas condições que vão encontrar na etapa final, na Nova Zelândia, como dormir em barracas, por exemplo

Os competidores tiveram nesta etapa as mesmas condições que vão encontrar na etapa final, na Nova Zelândia, como dormir em barracas, por exemplo

Ambas participarão de uma etapa classificatória feminina, de 24 a 27 de outubro, na Espanha, para concorrer a uma vaga para o GS Trophy 2020.

vinheta-instagram_1



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.