dia-dos-namorados

Detran.SP dá a dica: com amor e sem multas

Nem só de multas, apreensões e blitz vive o Detran.SP – assim mesmo que se escreve, com ponto no lugar do hífen. Neste Dia dos Namorados o órgão maior (ui) do trânsito no estado de São Paulo considera justa toda forma de amor e preza pela segurança de todos. “Pode parecer chatice, mas aqui a gente trabalha pelo respeito e amor à vida. A sua e a de todo mundo”, diz o comunicado distribuído à Imprensa hoje, 12 de junho de 2019. E segue de forma bastante…. digamos….. espirituosa.dia-dos-namorados

“Sabemos que a data provoca rombo no orçamento e ninguém vai querer rachar a multa ou dividir os pontos na CNH por descuido ou desconhecimento. Pior ainda, provocar um acidente – ou se envolver em um. Afinal, quem ama cuida! De si e do outro.” Legal a iniciativa e por isso Motonline resolveu reforçar a dica do Detran.SP. Confira as dicas e comemore sem medo de ser feliz.

  • Vai sair, certamente. Então não esqueça os documentos. Os seus e os da moto
  • Antes de dar aquela conferida no visual, veja se está tudo bem com a moto
  • O amor está no ar, mas as mãos precisam estar no guidão. As duas!
  • Deixe os abraços, beijinhos e carinhos fora da moto
  • Se a noite pede um brinde, deixe a moto e vá de táxi ou carro de aplicativo
  • Se for de táxi ou de carro de aplicativo? Cinto de segurança no banco de trás, sim!
  • Vai de moto? Equipamento de segurança completo é uma boa
  • Aliás, o presente para ela (ou ele) pode ser algo recomendado: luvas, jaqueta, capacete…..
  • Nem pense em virar para trás para trocar juras de amor ou roubar um beijinho no tempo do semáforo
  • Namoro na porta de casa? Ache um local seguro
  • Não transforme sua noite mágica em trágica! Rimou, mas é sério. Respeite todos os limites: os seus, da moto, da via, dos outros, das leis de trânsito e do bom senso

Amor sem multas para todos!

Separador_motos

 



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.