crf-1000l-africa-twin_destaque

Nova Honda Africa Twin chega no ataque

  • Nota do Editor: Em 16/8/2019, mais de um mês após a apresentação da nova CRF 1000L Africa Twin e sua versão Adventure Sports, a Honda informou que os dados de potência e torque estavam errados, informando que o modelo que é montado no Brasil terá 88,9 cv a 7.500 rpm e torque de 9,5 kgf.m a 6.000 rpm. Os dados informados anteriormente se referiam ao modelo fabricado para o mercado europeu.

Vamos direto ao ponto. A Honda sabe que errou ao lançar a Africa Twin lá no final de 2016 com preço muito alto e oferecendo menos do que as concorrentes diretas. Agora a marca faz um “mea culpa” e apresenta a moto completamente modernizada, com motor mais forte, novas versões e, principalmente, um “pacotaço” eletrônico de funcionalidades. É praticamente um relançamento da bigtrail com o objetivo de fazê-la decolar definitivamente. Pelo que vimos na apresentação estática da nova Africa Twin, as chances de sucesso são altas, mas exigem grande esforço de marketing.

vinheta-instagram_2

A nova Africa Twin recebeu o aguardado aporte tecnológico e continua sendo uma modo robusta, forte, com muito torque ao menor movimento da mão direita. Sem dúvidas, ela é a mais trail de todas as big

A nova Africa Twin recebeu o aguardado aporte tecnológico e continua sendo uma modo robusta, forte, com muito torque ao menor movimento da mão direita. Sem dúvidas, ela é a mais trail de todas as big

Não há qualquer dúvida quanto a capacidade dela em oferecer ótimo desempenho. Entretanto, o que deixou a CRF 1000L Africa Twin no limbo do segmento foi o preço, fora da realidade. Tanto isso é verdade que a nova Africa Twin 2020 vem por R$57.990 na versão de entrada, que oferece muito mais do que aquela moto de 2016, que custava R$64.900 em versão única. E contra números não há argumentos. Veja o total de motos vendidas em 2017 e 2018 das bigtrail (acima de 800 cc):

  1. BMW R 1200 GS: 5.668 motos
  2. Triumph Tiger 800: 5.372 motos
  3. BMW F 800 GS: 2.112 motos
  4. Honda Africa Twin: 1.157 motos
  5. Suzuki V-Strom 1000: 1.055 motos

Africa Twin: mais potência

A nova Honda CRF 1000L Africa Twin tem agora a versão Adventure Sports e cada uma delas possui o modelo standard e o Travel Edition, que adiciona equipamentos para aventuras e viagens, como proteções tubulares, cavalete central, malas laterais e top case. Assim, a Honda mostra na prática quatro versões da moto, todas com o mesmo motor e o pacote de funcionalidades eletrônicas. A nova versão Adventure Sports traz ainda suspensões com 20 mm a mais de curso, tanque de combustível com capacidade de 24,2 litros e o para-brisa maior.

Africa Twin agora tem duas versões: à esquerda a Adventure Sports e à direita a Standard

Africa Twin agora tem duas versões: à esquerda a Adventure Sports e à direita a Standard

O modelo europeu ganhou 4 cv a mais em relação à versão anterior (94,5 cv ante 90,2 cv), fruto de uma caixa de filtro de ar maior e novo sistema de escapamento, duas alterações que melhoram a potência e a sonoridade da motor. Mas a versão brasileira tem 6 cv a menos por causa da legislação de ruídos. Mas o que foi decisivo nesse upgrade foi a adoção do acelerador eletrônico TBW (Throtlle By Wire), que permite agregar os três modos de pilotagem e amplia a capacidade do sistema de controle de tração HSTC – Honda Selectable Traction Control – para sete níveis.

Outro aperfeiçoamento na versão 2020 da Africa Twin é a bateria de lítio-íon, que contribuiu para uma redução de peso de cerca 2,3 kg. Claro, toda a adição de eletrônica fez mudar o painel de instrumentos do modelo, com uma tela retangular LCD que traz múltiplas informações.

Veja as principais novidades da CRF 1000L Africa Twin 2020:

  • Motor com 88,9 cv (90,2 cv na versão anterior) para adequar-se à legislação de emissão de ruídos
  • Sistema de admissão e escape para melhores respostas em médias rotações
  • Bateria de lítio-ion, 2,3 kg mais leve e com maior durabilidade
  • Quatro modos de pilotagem com diferentes níveis de entrega de potência, torque, freio motor e controle de tração (HSTC):
    • TOUR – Potência total, freio motor médio e HSTC muito atuante
    • URBAN – Potência média, freio motor médio e HSTC muito atuante
    • GRAVEL – Potência mínima, freio motor mínimo e HSTC muito atuante
    • USER – Piloto determina (e salva) a sua combinação preferida entre potência, freio-motor e o controle de tração
  • Sete níveis de ajuste do Controle de Tração (HSTC) – Honda Selectable Torque Control, ou desligado
  • Dois níveis de ajuste da altura do assento
  • Acelerador eletrônico TBW – Throttle By Wire
  • Equipamentos e funcionalidades adicionais na versão Adventure Sports:
    • Suspensões de maior curso (2 cm a mais)
    • Altura mínima do solo maior (2 cm a mais)
    • Assento plano maior – mais conforto
    • Carenagem e para brisa ampliados – mais proteção
    • Tanque de combustível maior (24,2 litros)
O painel e os quatro modos de pilotagem da Africa Twin: User, Gravel, Urban, Tour

O painel e os quatro modos de pilotagem da Africa Twin: User, Gravel, Urban, Tour; note a diferença de intervenção do freio motor, da entrega de potência e do controle de tração para cada modo

As cores disponíveis são o vermelho e preto fosco para a CRF 1000L Africa Twin e branco perolizado para a CRF 1000L Africa Twin Adventure Sports. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem e a moto estará disponível aos consumidores em agosto de 2019. Confira os preços públicos sugeridos:

  • CRF 1000L Africa Twin: R$ 57.990
  • CRF 1000L Afica Twin Travel Edition: R$ 66.990
  • CRF 1000L Africa Twin Adventure Sports: R$ 64.990
  • CRF 1000L Africa Twin Adventure Sports Travel Edition: R$ 69.990

Ficha técnica Honda CRF 1000L Africa Twin

Item

Standard

Adventure Sports

Motor OHC, dois cilindros, 4 tempos, arrefecimento líquido
Capacidade cúbica 999,1 cm³
Diâmetro x curso 92,0 x 75,1 mm
Potência máxima 88,9 cv a 7.500 rpm
Torque máximo 9,5 kgf.m a 6.000 rpm
Alimentação Injeção Eletrônica, PGM-FI
Taxa de compressão 10,0:1
Lubrificação Cárter seco, lubrificação forçada por bomba trocoidal
Transmissão Seis velocidades
Embreagem Multidisco em banho de óleo
Sistema de partida Elétrica
Combustível Gasolina
Ignição Eletrônica
Bateria 12 V – 11.2 Ah
Farol LED
Tipo Semi berço duplo
Suspensão dianteira / Curso Ajustável na carga, compressão e retorno, garfo telescópico invertido com tubos de 45 mm de diâmetro / 230 mm de curso Ajustável na carga, compressão e retorno, garfo telescópico invertido com tubos de 45 mm de diâmetro / 252 mm de curso
Suspensão traseira / Curso Amortecedor com ajustes tipo Pro-Link / 220 mm Amortecedor com ajustes tipo Pro-link / 240 mm
Freio dianteiro / diâmetro Disco / 310 mm
Freio traseiro / diâmetro Disco / 256 mm
Pneu dianteiro 90/90 21M/C (54H)
Pneu traseiro 150/70 18M/C (70H)
Comp | Larg | Alt 2.334 mm | 932 mm | 1.478 mm 2.334 mm x 932 mm x 1.569 mm
Distância entre eixos 1574 mm 1581 mm
Distância mínima do solo 251 mm 271 mm
Altura do assento 870 mm 920 mm
Capacidade do tanque 18,8 litros (3,6 litros p/reserva) 24,2 litros (5,0 litros p/ reserva)
Peso seco 216 kg 224 kg

Separador_motos



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.