Publicidade

Mais leve, potente e – ainda – mais tecnológica. Assim é a nova geração da touring Honda GL 1800 Gold Wing. O modelo 2019 chegou às lojas Honda Dream de todo o Brasil, onde está disponível em duas versões com pacotes de itens de série e preços distintos. O preço sugerido é de R$ 136.550,00 na Gold Wing e R$ 156.550,00 na Tour. Pode parecer muito, mas o vasto aparato tecnológico explica os dígitos da etiqueta.

* Veja, também *
Tem uma Gold Wing? Opine sobre ela no Guia de motos!
Relembre o primeiro teste da Gold Wing no Brasil! (2006)
Teste Honda CB 1000R Neo Sports Café (2019)

Antes da lista de equipamentos, as novidades. A lista de mudanças começa pela balança, afinal o modelo está 39 kg mais leve que a geração anterior. Além disso, o motor boxer de 6 cilindros e cabeçotes Unicam de quatro válvulas por cilindro produz agora 126 cavalos, ante 118 da antecessora. Para gerenciar o sistema há quatro modos de pilotagem: tour, sport, econ e rain.

honda-gold-wing-2019-13

A nova geração da Honda Gold Wing chegou às lojas. Modelo 2019 tem novos equipamentos, está mais leve e potente. Preço parte de R$ 136,5 mil

Publicidade

O propulsor atua em conjunto com o câmbio de dupla embreagem DCT (Dual Clutch Transmission) com sete marchas (na versão Tour – que, aliás, oferece a inédita modalidade ‘Walking Mode’, que movimenta a moto em velocidade limitada para auxiliar o piloto nas manobras de estacionamento).

Chassi e suspensões também são novos. Duplo trave em alumínio fundido sob pressão, o chassi está 2 kg mais leve e proporciona uma posição de pilotagem mais avançada. A suspensão dianteira ganhou duplo braço oscilante – garantindo estabilidade mesmo em manobras em baixa velocidade – e a traseira se vale de uma balança de suspensão do tipo monobraçoPro-Arm conectada ao sistema Pro-Link, solução inédita no modelo.

Design

Segundo a Honda, a concepção visual do modelo foi baseada na frase ‘formas sofisticadas, linhas tensas’, o que guiou a equipe de criação em torno que algo que remetesse ao luxo e modernidade – e até certa esportividade, mas sem se distanciar das linhas já conhecidas do modelo. O resultado está nas imagens abaixo.

“Dona de um estilo inconfundível onde se destacam a projeção da parte frontal, a harmoniosa linha de cintura e o elegante e acolhedor posto do piloto e acompanhante, o conceito aerodinâmico do novo modelo difere do anterior. Agora o piloto fica mais próximo do para-brisa, regulável tanto em altura como em inclinação, e um apurado estudo aerodinâmico permitiu melhorar não só o coeficiente aerodinâmico como dar a piloto e passageiro o conforto dinâmico digno de uma Gold Wing”, destacou a Honda.

Publicidade

Honda Gold Wing 2019 e tecnologia

A lista é longa, por isso gostaria de começar destacando o novo painel TFT de 7 polegadas, com denso nível de informações acerca da motocicleta. Através dele também é possível gerenciar o sistema de áudio, navegação e do controle de tração HSTC (Honda Selectable Torque Control), regulagem de suspensão e Cruise Control. O modelo também é compatível com o Apple CarPlay.

Suspensão dianteira com duplo braço oscilante é novidade

Suspensão dianteira com duplo braço oscilante é novidade

Novidades Gold Wing 2019

  • Sistema de gestão e controle do aquecimento e dos fluxos de ar
  • Para-brisa regulável eletricamente variando inclinação e altura
  • Cruise Control de ação gradativa com sistema TBW (Throttle By Wire)
  • Ampla capacidade de carga e top box para dois capacetes integrais
  • Display TFT de 7″ com informações completas de áudio e navegação
  • Conectividade Apple CarPlay, Bluetooth e USB
  • Full-LED e indicadores de direção com desarme automático
  • Smart Key com comando para abertura de malas laterais e top box
  • Novo chassi dupla trave de alumínio
  • Suspensão dianteira por duplo braço oscilante
  • Suspensão traseira com nova balança monobraço Pro-Arm
  • Regulagem eletrônica das suspensões com base no Riding Mode
  • Pré-carga da mola/amortecedor traseiro regulável eletricamente (versão Tour)
  • Freios combinados D-CBS (Dual Combined Braking System) com ABS
  • Novo motor boxer 6 cilindros de 1.833 cc, cabeçotes de 4 válvulas
  • Acelerador eletrônico TBW (Throttle By Wire) e 4 Riding Modes
  • Controle de tração HSTC (Tour)
  • Start&Stop com sistema ISG (Integrated Starter Generator)
  • Sistema HSA (Hill Start Assist) para saídas em subida
  • Novo câmbio DCT (Dual Clutch Transmission) com 7 marchas (versão Tour)
  • Função ‘Walking Mode’ para manobras de estacionamento
  • Integração total entre os 4 Riding Mode e o câmbio DCT (versão Tour)

separador_honda

Publicidade
Guilherme Augusto
@guilhermeaugusto.rp>> Jornalista e formado em Relações Públicas pela Universidade Feevale. Amante de motos em todas suas formas e sons. Estabanado por natureza