neo-125_destaque

Yamaha Neo 2020 chega sem mudanças

Sem qualquer mudança significativa, a Yamaha apresenta o modelo 2020 de seu scooter Neo 125O pequeno veículo traz como principais atrativos as rodas grandes (aro 14″), o piso flat (reto) e um bom espaço sob o assento, além do câmbio CVT. Como veículo de entrada na família de motos Yamaha, o Neo 125 se destina a quem está iniciando no mundo das motos e também aos motociclistas mais experientes e que precisam de uma segunda moto pequena, prática e econômica para uso diário. Aliás, seu atual (e novo) concorrente – Honda Elite 125 –  também encara o desafio de atrair para o segmento de motocicletas novos usuários.

Neo 125: mudança só nos piscas traseiros, agora separados da lanterna

Neo 125: mudança só nos piscas traseiros, agora separados da lanterna

Neo 125 UBS: fácil

Como todo scooter, o Neo 125 é muito prático e fácil de pilotar com seu câmbio CVT – basta acelerar e frear. Seus múltiplos espaços – sob o banco, no escudo frontal, nos ganchos para pendurar sacolas e até no piso onde o piloto apoia os pés – tornam tudo muito mais simples. Seu peso de 97 kg e a pequena altura do assento em relação ao solo (775 mm) facilitam e dão segurança para qualquer piloto, sobretudo a quem tem estatura menor. Sob o assento há espaço para um capacete aberto, mas a Yamaha compensa a falta de um grande espaço com ganchos sob o banco, onde é possível pendurar dois capacetes maiores.

As mesmas cores disponíveis

As mesmas cores disponíveis

O Neo 125 tem rodas aro 14″, que oferecem maior estabilidade e enfrentam melhor os muitos buracos e irregularidades das ruas. Como um veículo urbano, o Neo 125 tem seu farol e a lanterna traseira em LED, o que é uma vantagem para quem circula à noite  para ver e ser visto melhor. Ainda no campo da segurança, o scooter vem equipado com freios UBS (Unified Brake System), que tem disco de 200 mm na roda dianteira e tambor de 130 mm na roda traseira. O sistema UBS atua quando é acionado o manete do freio da roda traseira, distribuindo parte da força aplicada também no freio da roda dianteira, permitindo frenagens mais eficientes e seguras.

Espaço sob o assento para um capacete aberto

Espaço sob o assento para um capacete aberto

O motor é de um cilindro, com 125 cm³ de capacidade, 4 tempos, alimentado por injeção eletrônica e que desenvolve potência máxima de 9,8 cv a 8000 rpm e torque de 1,00 kgf.m a 5500 rpm. Nada que empolgue, mas suficiente para boas arrancadas nos faróis e boa desenvoltura no tráfego urbano. No teste que Motonline realizou com o Neo 125, a média de consumo ficou em 40 km/litro. A única mudança na Neo 125 2020 está nos piscas traseiros, que antes era incorporados à lanterna e agora estão separados e posicionados um pouco mais abaixo na rabeta da moto. Segundo a Yamaha, essa mudança foi uma exigência do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito). Nem as cores mudaram e o Neo 125 segue apresentado em 3 cores: vermelho, cinza e branco.

Preço público sugerido: R$8.390

Preço público sugerido: R$8.390

Com garantia de 4 anos, – a maior do mercado de duas rodas – e assistência gratuita 24 horas, que inclui nos primeiros 12 meses serviços de reboque, socorro mecânico, chaveiro, troca de pneus, pane seca, hospedagem, táxi e despachante, podendo ser renovado após este período. Há também a revisão preço fixo, da Yamaha, onde o cliente sabe exatamente quanto pagará nas revisões periódicas. O Neo 125 tem preço público sugerido de R$8.390 + frete, e já está disponível nas concessionárias Yamaha de todo o Brasil.

Para saber mais sobre a Neo 125:

separador_yamaha



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.