Triumph Street Scrambler

Triumph Street Scrambler 2019 está nas lojas

Dentro da sua estratégia de se posicionar como a marca das motos clássicas no mercado brasileiro, a exemplo do que já faz na Europa, a Triumph apresenta a versão 2019 da Street Scrambler, uma das motocicletas clássicas mais interessantes da marca inglesa. Por aqui ela surgiu em 2017 (leia o teste completo que fizemos) e sempre mostrou porque é uma moto simples e versátil com suas características de uso adequadas ao uso urbano e estradeiro, mas que mantém o estilo e a atitude em qualquer ambiente. Preferida de muitos customizadores, a Triumph Scrambler carrega consigo a herança dos primórdios do off-road (anos 1960), quando ainda não existiam motos trail e os motociclistas pegavam as motos comuns, adaptavam suspensões e pneus para correr onde não havia calçamento. Foi assim que surgiram as scrambler.

Motor mais potente e um generoso pacote eletrônico na versão 2019 da Triumph Scrambler

Motor mais potente e um generoso pacote eletrônico na versão 2019 da Triumph Scrambler

Esta nova Scrambler ganhou um significativo aumento de desempenho pelo aumento de potência e torque, além de várias atualizações importantes tanto em tecnologia, quanto no design e equipamentos. A moto já está disponível nas 17 concessionárias Triumph de todo o Brasil ao preço público sugerido de R$ 43.850 em três esquemas de pintura: Fusion White (branca), Cranberry Red (vermelha) e a cor dupla Kaki Green/Silver Mate (cinza e verde).

A Scrambler tem vocação off-road, mas sem exageros

A Scrambler tem vocação off-road, mas sem exageros

O novo motor Bonneville de 900 cc  ganhou 11 cv de potência, ficando com 65 cv (antes eram 54 cv), mas o torque máximo não aumentou tanto, ficando em 8,3 kgf.m. (antes era 8,15 kgf.m). As atualizações incluem um novo virabrequim, novos eixos do balanceador, protetor da embreagem melhorado e uma nova embreagem mais leve. Além disso, a Triumph acrescentou na moto o acelerador eletrônico (ride-by-wire) e informa que o modelo mantém os baixos índices de emissões e de consumo de combustível. No nosso teste com o modelo anterior fizemos a média de 20 km/litro.

A Triumph informa em seu comunicado sobre a moto que o chassi recebeu atualizações, mas não especifica quais foram. Ela informa apenas que há uma nova pinça do freio dianteiro – Brembo de quatro pistões (antes era Nissin de dois pistões)- e que há novo garfo dianteiro com maior especificação e curso de 120 mm, o mesmo da anterior. O sistema de escapamento foi mantido em posição elevada, o que chegou a ser objeto de crítica de alguns pelo risco de queimaduras. Mas não chega a ser um impedimento, pois lá estão os protetores para evitar que se encoste diretamente no metal do escapamento.

Scrambler mais eletrônica

A Triumph Street Scrambler 2019 recebeu um pacote mais completo de eletrônica e tecnologia, alem de algumas mudanças estéticas. Confira as novidades:

  • Modos de pilotagem “Road” e “Rain”, que ajustam aceleração e controle de tração
  • Controle de tração comutável (pode ser desligado)
  • Freios ABS também comutável, para facilitar o uso off-road
  • Embreagem com auxílio de torque (mais leve)
  • Farol traseiro de LED
  • Imobilizador de série, com transponder incorporado na chave
  • Tomada de carregamento USB localizada sob o assento
  • Novo grafismo do painel lateral
  • Painel atualizado e com acabamentos metálicos
  • Banco em couro com estilo adventure
  • Corpo de acelerador único com acabamento em alumínio
  • Cabeçote de escapamento escovado
  • Pedaleiras e descanso do garupa removíveis
  • Pedal “Bear Trap” em aço no estilo adventure
  • Protetor de cárter

separador



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.