Ajuste do comando intruder, Amarrando a chave, Apertar freio não é conserto, Só gasolina boa, CBR600 não pega.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Gostaria de saber por gentileza como achar o ponto correto do motor da moto intruder 125 para regular a corrente de comando e qual a folga das valvulas de admissão e escape para regulagem dos balancins, agradeço desde já a atenção. Romualdo. 39, Mogí das Cruzes, SP.

R: Romualdo, o ponto de ajuste das válvulas corresponde à posição em que o pistão está no ponto morto superior (PMS) e as válvulas estão fechadas, na fase de compressão. Com o virabrequim nessa posição vire a engrenagem do comando para que o pino (ponha graxa nele para não cair na montagem) que posiciona e engrenagem fique imediatamente posterior à posição vertical, nessa posição as linhas do comando devem ficar alinhadas com o cabeçote.. A folga das válvulas é 0,08 mm na admissão e 0,13 mm no escape e devem ser ajustadas nessa mesma marca do virabrequim. Boa sorte,

Olá bitenca! estou com duas dúvidas: 1) gostaria de saber se é necessário prender a chave no guidão ou retrovisor da moto com um chaveiro, que parece ser um hábito comum entre os motociclistas (dizem que é porque em ruas esburacadas a chave poderia sair voando da ignição). 2) e tb já li em alguns foruns que depois de trocar o fluido do freio seria bom deixar o manete apertado por algumas horas (com um lacre ou arame) para que se retire toda e qualquer bolha de ar que ele possa ter, o que deixaria o freio muito bom. procede? abraços. Lucas, 25, Rio de Janeiro, RJ.

Foto: Thomas Bittencourt

Foto: Thomas Bittencourt

Necessário não é Lucas. É verdade entretanto que com bastante desgaste pelo uso e/ou mal manuseado por um chaveiro a chave do contato pode cair e assim o barbante que se usa como chaveiro serve também como segurança para essas motos que tem o miolo da chave com esse defeito. Quanto ao freio acho que não procede. A única forma de esgotar todo ar no sistema de freio é por sangramento. Segurar apertado por muito tempo pode até danificar as pequenas borrachas internas. Se o sistema estiver bem limpo, com todas as borrachas em condições e tudo dentro dos limites de desgaste o freio funciona perfeitamente bem e só cabe ao mecânico executar o serviço correto para esgotar todo ar interno que atrapalha o bom funcionamento do freio. Abraços,

Estou com dúvidas a respeito se comprar uma Yamaha XVS 950 vou ter Problemas com a vida útil do motor pois também vou usar bastante no trajeto urbano, pegando tráfego e até ficar parado por algum tempo em marcha lenta,eu sei que não é moto apropriada para o trajeto, mas estou querendo uma Custom, e fico com dúvida pelo projeto do motor ser refrigerado a ar. Ou faço opção por uma refrigerada a àgua… Desde já obrigado, Marcos, 40, Leme, SP.

R: Marcos, essa moto gosta de gasolina de primeira e apenas em dias mais quentes você vai sentir o calor do cilindro traseiro incomodar um pouco. No mais é uma boa moto e tolera bem o uso urbano. Boa sorte

Boa tarde. possuo uma moto CBR600RR 07/08 que freqüentemente insiste em não pegar (parece que e bateria fraca,mas os eletricistas que me atendem dizem que o teste da normal) colegas já disseram tratar-se de modulo de controle eletrônico que fica na parte traseira da moto (debaixo do banco?) as concessionárias insistem em trocar a bateria e o defeito persiste. O que devo fazer para resolver o problema. É defeito das CBR? conheço casos semelhantes que optaram por vender a moto. 56, Itaguará, MG.

R: Ricardo, um bom eletricista pode verificar se a corrente de carga está normal, medindo a voltagem fornecida pelo gerador. Com o motor ligado, meça a voltagem nos pólos da bateria na marcha lenta e em 4000 rpm. Essa medição
deve sair da faixa de 12-13 v até 15 v na rotação mais acelerada. Se ao descansar na marcha lenta por alguns segundos a voltagem ficar abaixo de 12 v há um problema com a bateria ou consumo excessivo de algum componente que deve ser verificado. Adicionalmente uma bateria com meia vida pode ser mantida com carga extra se for ligada a um carregador de pouca corrente (500 mA max) com uma lâmpada de lanterna de moto em série. – Pode ser uma fonte de algum aparelho eletrônico, com 12 v de saída e nessa amperagem máxima.
Com isso ele pode ficar ligado direto, por alguns dias para manter a carga ideal.
Outra coisa, se deixar a moto parada por muito tempo (mais de uma semana por exemplo) a bateria perde carga e pode falhar na partida, prejudicada também por resíduos de combustível no sistema de alimentação. Coloque a melhor
gasolina disponível para evitar depósitos prejudiciais. Se não for possível colocar “premium” funcione a moto pelo menos a cada dois dias, por pelo menos um minuto. Boa sorte.

Fonte: Bitenca

Comentários Imprimir

Destaques do Motonline


Comentários

Ao postar um comentário você concorda com as Regras para a postagem do Motonline