nova-triumph-speed-twin-motonline-3

Triumph Speed Twin: esportividade em linhas clássicas

A família de clássicas da Triumph no Brasil acaba de ganhar uma nova integrante – e com potencial para se tornar a favorita das ‘irmãs Bonneville’, aliás. A novíssima Speed Twin é a manifestação da esportividade nas vitrines inglesas, com motor de 1.200 cm³, controle de tração comutável, três modos de pilotagem, acelerador eletrônico ride-by-wire e visual que remete à Speed Twin ‘original’ de 1938.

* LEIA, TAMBÉM *
– Triumph apresenta nova Bobber Black
– Nova Street Scrambler já está nas lojas
– Triumph celebra marca de 25 mil motos montadas no Brasil

A nova Triumph Speed Twin já chegou às lojas brasileiras. Modelo aposta na esportividade além do (mas também no) visual, com motor de 97 cv de potência máxima

A nova Triumph Speed Twin já chegou às lojas brasileiras. Modelo aposta na esportividade além do (mas também no) visual, com motor de 97 cv de potência máxima

O modelo já está disponível nas 17 lojas da marca. O preço sugerido é de R$ 47.990, posicionando a novidade logo abaixo da T120 (R$ 48.200) e acima da nova Street Scrambler (R$ 43.850). Há, ainda, Street Twin (R$ 39.490), Bonneville T100 (R$ 42.600), Street Scrambler (R$ 42.990), Bobber Black (R$ 49.990) e Thruxton R 1200 (R$ 58.800). Esportivas, café racer, aventureiras, bobber, puristas. São clássicas para todos os gostos – mas não bolsos, claro.

Motor de 1.200 cm³ e considerável pacote eletrônico prometem agradar motociclistas que buscam por esportividade ao mesmo tempo em que apreciam conforto e estilo

Motor de 1.200 cm³ e considerável pacote eletrônico prometem agradar motociclistas que buscam por esportividade ao mesmo tempo em que apreciam conforto e estilo

Nova Triumph Speed Twin

Para conquistar motociclistas que buscam esportividade real mas que também esperam boas doses de conforto e estilo, a Speed Twin aposta forte. Seu motor é o High Power 8 que, com dois cilindros paralelos (claro), gera empolgantes 97 cv a 6.750 rpm e 11,4 kgf.m de torque a apenas 4.950 rpm. São os mesmos números de potência máxima da Thurxton (com quem divide a base do propulsor), mas aqui o coração da máquina é 2,5 kg mais leve.

Para transmitir segurança ao piloto, o modelo é calçado com pneus Pirelli Diablo Rosso III e freios com quatro pistões – assinados pela Brembo – e discos duplos de 305 mm na dianteira e uma pinça flutuante de dois pistões com disco único de 220 mm atrás.

As rodas de 17 polegadas são construídas em liga de alumínio fundido. A suspensão traseira amortecedores duplos com ajuste de pré-carga e 120 mm de curso, enquanto que na frente não há ajuste e o garfo de 41 mm tem os mesmo 120 mm de curso.

O chassi em berço de aço tubular também é exclusivo, e foi desenvolvido a partir do modelo que equipa a café racer Thruxton R 1200 com o objetivo de obter uma motocicleta envolvente e confortável. O peso total da Speed Twin é de 196 kg a seco.

São três opções de cores, mas uma de preço: R$ 47.990

São três opções de cores, mas uma de preço: R$ 47.990

Pacote eletrônico

Seguindo as premissas da família Bonneville, na Speed Twin a eletrônica também recebeu dedicação especial. O modelo é equipado com três modos de pilotagem (Sport, Road e Rain), freios ABS, controle de tração comutável, farol em LED com luz diurna, luzes traseiras em LED, acelerador eletrônico ride-by-wire, tomada USB e imobilizador de motor.

Já o visual aposta no para-lama de alumínio escovado, suportes de farol dianteiro de alumínio forjado anodizado brilhante, tampa, rodas de alumínio com sete raios e braço oscilante de alumínio anodizado transparente. A nova moto está disponível em três opções de cores: Silver Ice/Storm Grey (com linhas de grafite pintadas à mão e listra branca), Korosi Red/Storm Grey (com linhas de grafite pintadas à mão e listra branca) e Jet Black.

separador_triumph



Guilherme Augusto

@obomguiaugusto >> Amante de motos em todas suas formas e sons (se for de 2T, melhor). Fã de viagens, competições, do Hugh Jackman e de praias. Viciado em café desde quando comecei a escrever