Honda VT 600

Honda VT 600
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Honda VT 600
A Shadow VT 600 foi o primeiro modelo de toda a linha da custom Honda a ser nacionalizada no Brasil, com produção na planta da marca japonesa em Manaus, no estado do Amazonas. A produção nacional da Shadow 600 teve início no ano de 1997, porém o preço final do modelo era alto, devido a cotação do dólar, visto que a moto possuía componentes importados. A 600 foi substituída pela 750 após uma década no mercado nacional.

Ficha Técnica

Cilindrada: 583
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Ar
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 39 cv a 6.500 rpm
Torque Máximo: 5.1 kgf.m a 3500 rpm
Transmissão: 5 velocidades
Injeção: 2 carburadores Keihin-34
Suspensão dianteira: Telescópica, 146 mm
Partida: Elétrica
Chassi: Berço semi-duplo em aço
Suspensão traseira: Monoamortecedor, 89 mm
Peso (seco): 199
Comprimento: 2356
Largura: 850
Altura: 1125
Altura do Banco: 690
Distância entre Eixos: 1605
Pneu Dianteiro: 100/90-19
Pneu Traseiro: 170/80-15
Capacidade do tanque: 11
Balança: Convencional

Outras Versões

VT 600 C Shadow:   2005 / 2004 / 2003 / 2002 / 2001 / 2000 / 1999 / 1998 / 1997 / 1996 / 1995
mais opções

Todas as Avaliações da Honda VT 600

Recomendo
Classificação
Comentários:
A Shadow 600 é uma moto muito admirada por todos, é difícil não se apaixonar por ela. Saí de uma 250 Custom direto para ela, e agora só saio dela para outra Shadow, a 750. (20.300 km rodados até hoje)
Prós:
Conforto (com banco erê), consumo, resistência, baixa manutenção e beleza.
Contras:
Relação por corrente, o que requer manutenção periódica e tamanho do tanque que poderia ser maior (uns 15 L).
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Estrada
Quilometragem:
42600
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 21/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
25 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Uma pena a Honda ter descontinuado. Na época que comprei, tinha um bom custo benefício e o seguro era barato. Fiz diversas alterações para customizar. Mas fui advertido nas revisões que havia perdido a garantia. Como era uma Honda, sabia que aguentava o tranco e não me importei. Continuei com a moto por anos, de 1998 até 2008. Nunca deu problema e sempre encarou tudo numa boa.
Quando comprei, na verdade queria a CB 500 mas o custo do seguro me convenceu que seria uma boa escolha. De fato foi, nunca me deu problemas, não era visada, viajei bastante sem problemas. Uma moto companheira. E gostosa de andar em São Paulo, ótima escolha para os baixinhos. Hoje seria uma opção econômica e confiável se estivesse em produção.
Prós:
Durável, resistente, econômica, valente, confortável, permite uso urbano e se sai bem na estrada. dentro da limitação de sua cilindrada e categoria.
Contras:
Ter a fabricação interrompida
A fabricante não permitir customização, ameaçando retirar a garantia. ou seja, não entendeu nada sobre o espírito custom. Apesar de ter criado uma boa moto.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
20000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 15/12/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
1 pessoa gostou
Recomendo
Classificação
Prós:
Pouca manutenção, baixo consumo, personalização fácil, alto valor de revenda
Contras:
Conforto precário principalmente do garupa. Dificuldade em encontrar algumas peças.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano
Quilometragem:
25000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 03/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
25 pessoas gostaram
Não Recomendo
Classificação
Comentários:
A pior motocicleta que tive na vida.
Prós:
Custo.
Acessórios disponíveis. (Embora de qualidade duvidosa)
Contras:
Freios horríveis. O traseiro é assassino, trava fácil.
Motor fraco.
Acabamento tosco.
A Honda nunca conseguiu equalizar os carburadores.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano
Quilometragem:
15000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 11/06/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
35 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
As Shadow 600 fabricadas vieram com materiais muito resistentes e não quebram com facilidade. Tem que ser muito relaxado e apressadinho pra estragar essa moto. Não é motocicleta pra quem tem pressa. Não é visada para roubos. Tem peças à venda e peças para estilização. Pra quem não quer dar seu dinheiro pra uma importada, tenha uma Shadow 600 que te levará aos mesmos lugares, com conforto, estilo, pouco custo em combustível e manutenção.
Contras:
Poderia ter seis marchas!
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
86000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 14/06/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
43 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Minha eterna paixão, infelizmente tive que me desfazer dela, mas foi companheira, nunca me deixou na mão. Fazendo manutenção preventiva, não te dará dor de cabeça. Ágil, serve tanto para lazer quanto para a cidade, coisa que sua irmã mais nova (Shadow 750) não consegue, pois é muito maior e mais difícil de manobrar. Conclusão: Uma ótima porta de entrada para o segmento custom.
Prós:
Moto muito honesta, sua relação custo-benefício é fantástica;
Melhor porta de entrada para o mundo custom;
Manutenção fácil;
Sem frescuras, moto de macho.
Contras:
Consumo poderia ser melhor;
Por ser estradeira deveria ser mais confortável.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
40000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 21/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
24 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Excelente moto para conhecer o estilo custom antes de optar por motos maiores e mais caras. Tem seu estilo, muito legal para mulheres também pela facilidade de manuseio e baixa altura do assento. Confortável para viagens de 2 ou 3 horas.
Prós:
Estilo bacana pra época.
Acabamento, bons cromados e pintura;
Refrigeração à água (apesar de não ser popular no estilo, faz uma diferença andando na cidade...)
Baixíssima manutenção mesmo carburada (1999)
Contras:
Falta de marcador de combustível;
Pouco confortável para quem tem mais de 1,70m;
Transmissão por corrente;
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
23000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Não Recomendo
Classificação
Comentários:
PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Eu tive um breve contato com essa moto e já a conhecia, através de revistas e relatos dos proprietários, antes de pilotá-la. Então darei minha opinião, onde pode ser válida pra uns e pra outros não, dependendo do tipo de necessidade.

O motor é interessante, bem vigoroso. O comportamento dele não é linear, são dois "estágios" bem perceptíveis. O motor tem um certo nível de torque e de repente ele abre, nada fenomenal, mas é perceptível. Quem gosta deste tipo de característica e não quer sair do feijão com arroz, ela pode atender suas necessidades. No entanto, seu moto gera esse desempenho por ser refrigerado a água, coisa inadmissível em motos custom com menos de 1000cc.

O conforto é limitado pelas suspensões de pouco curso, ela parece um cabrito, pula muito em ruas irregulares. Não chega a ser seca, mas pula muito e isso é perigoso.

A que eu pilotei estava equipada com uma bolha enorme, estranhei muito e não achei a posição de pilotagem muito boa. De todas as custom que andei, ela foi a mais estranha.

O consumo não comentarei, pelo que eu sempre pesquisei através de proprietários e testes em revistas, era beberrona se comparada a sua principal concorrente.

Por que não recomendo? Porque a Yamaha Dragstar 650 faz tudo o que a Shadow faz, porém andando mais, bebendo menos, sendo mais confortável e mais bela, além de ter um motor refrigerado a ar, sem contar na tradição em fazer motos custom. A posição de pilotagem é mais confortável e adequada para qualquer uso.
Prós:
- Motor vigoroso;
- Manutenção/peças;
- Assistência técnica;
- Facilidade em encontrar concessionárias ao viajar.
Contras:
- Estilo ou falta dele;
- Transmissão por corrente;
- Motor refrigerado a água. Uma legítima custom com cilindrada abaixo de 1000cc deve, obrigatoriamente, ser refrigerada a ar;
- Suspensões;
- Simplicidade demasiada;
- Consumo.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Dei umas voltas
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano
Quilometragem:
0
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Comentários:
Excelente moto para quem busca iniciar com um motor potente no meio custom.
A Shadow é uma moto muito robusta, tem um design invejado por todos que conhecem o meio custom.
Seu conforto é aceitável para o piloto, porém, se houvesse mais um amortecedor seria outra história. O garupa sofre um pouco, sendo recomendável a troca do banco para viagens acima de 250 km.
Seu consumo é normal. Média de 20 km/l andando até 100/hora sem garupa. Acima disso o consumo aumenta consideravelmente.
A principal vantagem em relação à concorrente DragStar é a refrigeração a agua, sendo a Drag a ar, e isso dá um calor muito considerável nas pernas.
Nunca ouvi algum proprietário falar mal da moto. Onde vou recebo elogios. A recomendaria a qualquer um, sem duvida alguma.
Prós:
-Motor extremamente possante;
-Estilo chopper clássico;
-Excelente para transito diário (facilidade de pilotagem em corredores);
-Facilidade em se encontrar peças;
-Custo em manutenção;
-Refrigeração a água;


Contras:
-Conforto para o garupa (basta trocar o assento);
-Falta de uma 6ª marcha;
-Transmissão corrente;
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Utilitário (Trabalho)
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
67000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Comentários:
Uma moto excelente se você andar somente em estradas perfeitas, pois qualquer buraco até sua "alma" sente. Seu desempenho e para uma pessoa tranquila, pois não é fabricada para altas velocidades. Tive ela por dois anos e tenho ótimas lembranças, pois soube de suas limitações desde que eu comprei. Indico para quem quer uma motocicleta para lazer e preferencialmente para estradas boas e em velocidades até 100km/h.
Prós:
Beleza, consumo baixo, posição de pilotagem boa. Fácil personalização.
Contras:
Suspensão traseira extremamente "curta", pois com carga bate o pneu no para-lama (ou protetor de alforje), e o piloto sente o impacto direto na coluna. Moto fora de linha, o que pode influenciar se necessitar de alguma peça específica.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
46000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
mais opções

Outras motos Honda à venda

De R$ 23.500,00 a R$ 23.500,00 entre 4 ofertas
Honda VT 600
R$ 23.500,00
Honda VT 600
Honda VT 600
R$ 25.000,00
Honda VT 600
Honda VT 600
R$ 22.500,00
Honda VT 600
Honda VT 600
R$ 25.600,00
Honda VT 600

Guias de motos Honda

foto moto honda/cg-125-titan-es-titan-ks-titan-kse Honda CG 125 Titan ES / Titan KS / Titan KSE
Honda CG 125 Titan ES / Titan KS / Titan KSE
foto moto honda/cb-500-x Honda CB 500 X
Honda CB 500 X
foto moto honda/cbr-1000rr Honda CBR 1000RR
Honda CBR 1000RR
foto moto honda/cbr-450 Honda CBR 450
Honda CBR 450
foto moto honda/nx-4-falcon-400 Honda NX-4 Falcon 400
Honda NX-4 Falcon 400

Notícias sobre motos da Honda

capa noticia Granado, Mason, Crivilin e mais: time de competições Honda 2024
Granado, Mason, Crivilin e mais: time de competições Honda 2024
Granado, Mason, Crivilin e mais: time de competições Honda 2024
capa noticia Aguardada no Brasil, nova Honda 500 cc chega à América do Sul
Aguardada no Brasil, nova Honda 500 cc chega à América do Sul
Aguardada no Brasil, nova Honda 500 cc chega à América do Sul
capa noticia Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
capa noticia Motos Honda: 4 modelos que vieram ao BR, saíram e você não viu
Motos Honda: 4 modelos que vieram ao BR, saíram e você não viu
Motos Honda: 4 modelos que vieram ao BR, saíram e você não viu