Honda Shadow 750

Honda Shadow 750
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Honda Shadow 750

A linha Shadow foi vendida por 16 anos no Brasil. Essa moto custom japonesa esteve presente nas concessionárias na configuração Shadow 600, entre os anos de 1995 e 2005. Já a Shadow 750 foi lançada no fim de 2005 e descontinuada em 2014.

Honda Shadow 750: ficha técnica, fotos, videos, consumo

Apostando no visual custom da linha Shadow, o grande destaque da 750 era de fato o motor mais potente em relação a 600. Um propulsor com comando único no cabeçote (OHC) e dois cilindros em "V", de exatos 745 cm³ de capacidade e arrefecimento a líquido. Uma usina capaz de gerar 45,5 cv e 6,5 kgfm de torque aos 3.500 giros.

A Shadow 750 era uma moto de fato "old school", com freio a tambor na traseira como item de série. Na dianteira a moto usava disco de 296 mm. Na dianteira, a moto usava garfo telescópico de 117 mm e na traseira duplo amortecedor, com 90 mm de curso. 

Em termos de especificações, o modelo apostava em um conjunto simples e até com acenos ao passado. No entanto, a simplicidade pode ter custado uma possível migração do público em potencial para outros modelos mais completos. 

 

Consumo Shadow 750

Uma máquina que carregava a moto com seus mais de 200 quilos e chegou a registrar médias de consumo de cerca de 19 km por litro em trajeto misto, estrada/cidade. Tudo isso com seu tanque de combustível em formato de gota de 14,6 litros de capacidade, suficiente para autonomia aproximada de mais de 280 quilômetros.

 

Moto Shadow 750 injetada e renovada

O modelo Shadow 750 ganhou a injeção no lugar do carburador somente em 2009. Em termos de design, a moto foi remodelada no início de 2011, com design inspirado nas motocicletas estilo chopper. A moto ganhou paralamas menores, banco estreito, guidão alto e um pouco curvado para dentro.

Além disso, recebeu escapamento duplo cromado e garfo dianteiro alongado. Alterações estéticas que a reaproximaram a 750 do antigo sucesso de estilo da Shadow 600. No entanto, em 2014 a Honda retirou a Shadow 750 de linha no Brasil.

 

Preço da Honda Shadow 750

Na época da despedida, a moto era vendida por R$ 28.880 na versão standard (padrão). Enquanto isso, na configuração com ABS a moto partia dos R$ 31.380 e chegava nas opções em preto fosco ou azul metálico.

Voltando no tempo, em 2005, a Shadow 750 foi anunciada no mercado nacional partindo do preço de R$ 29.980. E nessa época, a novidade da Honda concorria com a rival Yamaha Dragstar 650 com motor de 40 cv e 5,2 kgfm e que custava a partir de R$ 25 mil.

A título de curiosidade, no mesmo ano de 2005, uma CG 150 Titan custava R$ 4.992,00 (versão KS), R$ 5.475,00 (versão ES) e R$ 5.800,00 (versão ESD). Ou seja, com o valor de uma Shadow 750 era possível comprar até 6 unidades da CG.

 

Shadow 750 e o fim da produção

E embora vários fãs da Shadow tenham ficado surpresos com a despedida do modelo, a Shadow 750 nunca foi um fenômeno de vendas. Pelo contrário, não conseguiu manter a Honda na liderança do segmento e emplacou menos unidades que sua antecessora. Enquanto a Shadow 600 teve 17.586 unidades produzidas, a 750 cc registrou apenas 12.034, sendo que as duas ficaram 8 anos nas lojas.

Ficha Técnica

Cilindrada: 745
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Berço duplo tubular de aço
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 45,5 cv a 5.500 rpm
Torque Máximo: 6,5 kgf.m a 3.500 rpm
Transmissão: 5 velocidades
Injeção: Eletrônica
Suspensão dianteira: Telescópica com bengalas convencionais, 117 mm de curso
Partida: Elétrica
Chassi: Aço
Suspensão traseira: Bichoque, 90 mm de curso
Peso (seco): 229
Comprimento: 2430
Largura: 835
Altura: 1125
Altura do Banco: 650
Distância entre Eixos: 1655
Pneu Dianteiro: 90/90-21
Pneu Traseiro: 160/80-15
Capacidade do tanque: 14
Ajuste da suspensão traseira: Amortecedores reguláveis em pré-carga de mola
Balança: Bichoque

Outras Versões

Shadow 750:   2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010 / 2009 / 2008 / 2007 / 2006 / 2005
Shadow 750 (ABS):   2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010 / 2009
mais opções

Todas as Avaliações da Honda Shadow 750

Recomendo
Classificação
Prós:
conforto
visual
consumo
Contras:
curvas em alta
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
500
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 22/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
32 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Não tenha medo ou receio. Procure participar de um grupo de motociclistas ou conversar com quem é do ramo que facilmente fará a escolha correta. A Honda Shadow tem tradição no mercado, assistência técnica em abundância e uma infinidade de acessórios. Penso que nem Jesus Cristo quando veio a Terra agradou a todos, não será a Honda Shadow que agradará. Más, pode acreditar que esta máquina o fará muito feliz. E, por onde passar de crianças a idosos pararão para apreciar a beleza dessa máquina nipônica.
Prós:
Fui proprietário de várias motocicletas, dentre elas trail, esporte e custom. Antes da Shadow 750 fui dono de uma YS Drag Star 650cc. A Drag é uma excelente moto e muito bonita por sinal. Porém, a injeção eletrônica da Shadow fez toda a diferença com acelerações muito lineares. A Honda se comportou muito superior à Dragstar. No início tive uma certa resistência em relação a Shadow, pois estava a procura de uma Harley Daividson. Todavia, ao me deparar com os absurdos valores cobrados por Harleys tanto na motocicleta quanto na manutenção optei por uma japonesa muito conhecida em nosso mercado. Não quer dizer que mais adiante eu não a troque por uma Harley, más, no presente momento estou super satisfeito com a minha nova aquisição, uma Honda Shadow 750 2010 com apenas 4000 kms. Pesquisei, outrossim, a Suzuki Boulevard M800, uma moto muito boa e com mecânica superior a da Shadow, todavia, para quem busca uma moto custom em sua essência acaba rejeitando o excesso de pretos e poucos cromados da Boulevard, fazendo com que ele ficasse em segundo plano. O torque da Shadow é muito bom em baixas rotações. Advirto, quem quer moto para apostar corridas, raly e etc não vá de Custom, ou seja, nenhuma custom prestará. Agora, quem procura uma motocicleta para lazer, clássica, muito confiável, baixíssimas manutenções, bonita, e um estilo custom por natureza vá de SHADOW de olhos fechados. Em termos de conforto, existem no mercado vários acessórios que dará ao condutor um prazer inquestionável de pilotar uma estradeira, como por exemplo um bom parabrisas, banco confort (Ere ou pedrinho), pedaleiras avançadas, encosto para piloto e garupa e etc. Deixo aqui algumas considerações, primeiro... Moto Custom é moto para HOMEM... E segundo, nesta praia não há espaço para frescuras! Custom, ou você ama ou você odeia. rs Não pretendo sair das Custom tão cedo. Por vários fatores, e um deles é o baixo índice de roubos e furtos!
Contras:
Não são contras e sim características das motos custom. Muitos reclamam da ausência de conforto, não só na Shadow, mas nas demais motocicletas do segmento. Quem quer conforto para longas viagens ou garupa vá de Varadeiro, V-Strom, Teneré 660, dentre outras. Custom é uma paixão. O Fato de você conduzir uma motocicleta que parece um caminhão de tanta força em baixas rotações, robustez e ainda mais quando está equipada com um escapamento JJ, Tourbal dentre outros que valorizam o ronco grave do motor não tem preço! É necessário a instalação de alguns acessórios para que a Custom passe a dar ao condutor muito prazer.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
4000
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 19/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
32 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
moto muito confortável e bonita, custo beneficio excelente para quem quer uma custom de porte a um custo acessível. Estilo clássico.
Prós:
muito boa, belo visual
Contras:
em viagens mais longas as costas começam a pegar um pouco.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
27000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 19/01/2022
SIM
Esta análise foi útil para você?
1 pessoa gostou
Recomendo
Classificação
Comentários:
se você ainda não tem uma...... não sabe o que esta perdendo, a Shadow 750 é um show....mas se você não gosta de motos clássicas pode comprar uma Boulevard ou Midnight Star, são muito boas...mas tem rabeta....
Prós:
é uma moto para quem gosta do estilo e do modo de dirigir, se vc quer deitar na curva...esquece...compra outra...se vc quer ver a paisagem ...comprou a moto certa...é linda, clássica, é cromada...não foi feita para apostar corrida..tem torque e te leva a qualquer lugar....mas sem pressa
Contras:
alto custo das peças, consumo, curso da suspensão, autonomia e o banco poderia ser melhor
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
22000
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 28/01/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
1 pessoa gostou
Recomendo
Classificação
Prós:
Tudo
Contras:
Nada
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
21000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 18/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
38 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Muito macia e confortável!
Suspensão boa para o estilo.
Confiabilidade exemplar! Moto com mais de 8 anos de uso e não deu nenhum defeito!
Nunca precisou limpar ou regular o carburador. Mesmo assim o consumo é de 18 a 22 km/l, como nova!!
A bateria ainda é a original!!
Tem estrutura firme para levar muito peso! Já viajei eu, garupa e mais 30kg e a moto continua com ótimo comportamento dinâmico.
Cardan: Perfeito! O único problema é que vicia!
Bonita, sempre alguém quer bater papo sobre a moto
Contras:
Na cidade é grande demais para o trânsito pesado.
É baixa. Coloquei um protetor de cárter e pneu 170 na traseiro (original é 160) e melhorou bem! Assim raramente nunca raspa embaixo.
Desempenho tímido. Chega a 150, 160km/h, mas sem prazer de pilotar. Gostoso é andar nos 110km/h, sem esforço! A 130 km/h está quase sem força e o consumo sobe bem!
É uma moto para andar sem pressa!
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
39000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 08/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
38 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Bonita, com visual clássico, manutenção fácil e pouco frequente, ou seja não incomoda, roda muito bem em boas estradas, excelente custo beneficio, confortável para o piloto, possui um bom torque em baixas rotações, transmissão por cardã, diminui a manutenção
Contras:
Consumo, pouco confortável para o garupa, a ciclística não ajuda em estradas sinuosas, falta potencia no motor, sofre para manter 120 km/h de cruzeiro. complicado trocar o pneu traseiro, o que pode ser ruim em longas viagens, caso este venha a furar.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
40000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 11/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
31 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Comprei uma zero quilometro, 2008/2009. O site deveria dar mais atençao ao ano-modelo, do que o ano-fabricação. Eu acho que essa moto deveria vir de fabrica com pneu sem camara, com indicador de nivel de gasolina (vc não sabe quanto tem no tanque e precisa fazer contas de quantos quilometros rodou, e/ou esperar a luzinha acender). Deveria vir também com um tanque maior (14,4 litros é muito pouco!!), e com indicador de marcha (várias vezes tive que testar se estava na ultima marcha); Se o pneu furar é um deus-nos-acuda, pq para consertá-lo vc precia retirar até o escapamento e a moto, por não ter cavalete central não fica em pé. Então se furar um pneu vc deve procurar uma oficina de motos. Apesar disso tudo, durante esses quatro anos, foi uma boa companheira.Recomendo.
Prós:
Tenho uma 2008/2009. Comprei zero. Não dá defeito; é economica; tem boa aceleração; mais silenciosa do que as concorrentes, por causa da sua refrigeração liquida.
Contras:
Tanque pequeno (com a mesma capacidade de uma CG); pneu com câmara; faltam mostrador de gasolina, relógio e mostrador de marcha (esses fazem muita falta).
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
23000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Prós:
Consumo
Dirigibilidade
Conforto ao dirigir (apesar do banco original)
Visual
Contras:
Suspensão traseira
Conforto do garupa (maiores distâncias)
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Pista
Quilometragem:
10000
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Prós:
Beleza
Confiabilidade da Marca
Maciez
Consumo
Mobilidade para transito e estrada
Contras:
Pneus com câmara
Desconforto do banco original.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
16000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
mais opções

Outras motos Honda à venda

De R$ 37.393,00 a R$ 37.393,00 entre 17 ofertas
Honda Shadow 750
R$ 37.393,00
Honda Shadow 750
Honda Shadow 750
R$ 29.000,00
Honda Shadow 750
Honda Shadow 750
R$ 30.000,00
Honda Shadow 750
Honda Shadow 750
R$ 35.000,00
Honda Shadow 750
Honda Shadow 750
R$ 36.500,00
Honda Shadow 750

Guias de motos Honda

foto moto honda/xl-125 Honda XL 125
Honda XL 125
foto moto honda/cg-150-titan-ks-mix Honda CG 150 TITAN KS MIX
Honda CG 150 TITAN KS MIX
foto moto honda/cg-150-start-flexone Honda CG 150 Start Flexone
Honda CG 150 Start Flexone
foto moto honda/crf-250l Honda CRF 250L
Honda CRF 250L
foto moto honda/cg-150-cargo Honda CG 150 Cargo
Honda CG 150 Cargo

Notícias sobre motos da Honda

capa noticia Honda Shadow 750, injeção no modelo 2009
Honda Shadow 750, injeção no modelo 2009
Honda Shadow 750, injeção no modelo 2009
capa noticia Granado, Mason, Crivilin e mais: time de competições Honda 2024
Granado, Mason, Crivilin e mais: time de competições Honda 2024
Granado, Mason, Crivilin e mais: time de competições Honda 2024
capa noticia Aguardada no Brasil, nova Honda 500 cc chega à América do Sul
Aguardada no Brasil, nova Honda 500 cc chega à América do Sul
Aguardada no Brasil, nova Honda 500 cc chega à América do Sul
capa noticia Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'